Get Adobe Flash player

Fortaleza abre vantagem, mas cede empate para o Atlético-MG no fim do jogo

Fortaleza abre vantagem, mas cede empate para o Atlético-MG no fim do jogo
 

Leão e Galo ficam no empate em 2 a 2. Tricolor construiu o placar de 2 a 1 ainda no primeiro tempo, mas mineiros deixaram tudo igual aos 40 minutos da segunda etapa
 
Até os 40 minutos, o Fortaleza carimbava uma vitória com propriedade diante do Atlético-MG, no Castelão, neste sábado, 2. O placar permanecia 2 a 1 desde o primeiro tempo, com dois gols marcados por Gabriel Dias para o Leão e um feito por Patric para o Galo. O Tricolor se encaminhava para o triunfo que consolidaria o time na faixa de classificação da Sul-Americana e aumentaria a distância para a zona de rebaixamento.
 
Foi aí que aconteceu um lance polêmico envolvendo a arbitragem seguido pelo gol de empate do Atlético-MG, levando comissão técnica, jogadores e torcida à loucura no Castelão.
 
André Luis havia disparado na frente dos defensores do Atlético-MG. O atacante estava entrando na área atleticana e só tinha o goleiro Cleiton para impedir o que seria o terceiro gol dos cearenses. Mas o jogador foi empurrado nas costas por Igor Rabello, antes de concluir. O árbitro da partida, Rodolpho Toski, ignorou o lance e mandou o jogo seguir.
 
Na sequência, o Atlético-MG chegou ao gol de empate com Fábio Santos depois de ter um jogador a menos desde o início do segundo tempo. Com o relógio na reta final, o Fortaleza teve pouco tempo para buscar a reação. Quando o árbitro apitou o fim da peleja, o coro de vaias tomou conta do Castelão.
 
Apesar de ter tido a vitória nas mãos, o Leão foi castigado pela queda de rendimento no segundo tempo. Após dominar o Galo na primeira etapa e construir o 2 a 1 no placar, os comandados de Rogério Ceni relaxaram nos 45 minutos finais, cedendo o empate.
 
O meia-atacante Geuvânio, do Galo, foi expulso no início do segundo, deixando o cenário ainda mais confortável para o Leão garantir o resultado. Entretanto, o que se viu foi o escrete tricolor recuar e diminuir a intensidade na partida.
 
O empate acaba tendo sabor de derrota para o Leão diante de todo o contexto da partida. Duelo com o apoio do torcedor, vitória parcial no primeiro tempo contra adversário direto pela permanência na Série A e com jogador a mais no segundo. Agora o Leão precisa se preparar para a batalha complicada fora de casa contra o Corinthians, em São Paulo.
 
Ficha técnica
 
Fortaleza x Atlético-MG
 
Fortaleza: 4-2-4: Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Jackson e Carlinhos; Felipe e Juninho; Romarinho (Felipe Pires), André Luis, Wellington Paulista (Kieza) e Osvaldo (Marlon). Técnico: Rogério Ceni
Atlético-MG: 4-1-4-1: Cleiton; Guga (F. Santos), Réver, Igor Rabello e Patric; Zé Welison; Luan, Terans (Marquinhos), Nathan (Bruninho) e Geuvânio; Di Santo. Técnico: Vagner Mancini
Data: 2/11/2019
Horário: 17 horas
Local: estádio Castelão, em Fortaleza-CE
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Cartões amarelos: Jackson, Jackson e Wellington Paulista (FOR); Geuvânio, Di Santos e Réver (ATL)
Cartão vermelho: Geuvânio
Público e Renda: 
Fortaleza 2 x 2 Atlético Mineiro
R$ 299.539,00
30.708 pagantes
795 não pagantes
31.503 público total
 
 
O Povo - Lucas Mota 
Fortaleza se encaminhava para vitória tranquila, mas não conquistou os 3 pontos em casaFoto: Thiago Gadelha
Veja a tabela completa da Série A 
Eternamente Futebol 
Melhores momentos:https://youtu.be/WRyaXQRAe0U