Get Adobe Flash player

Com início elétrico, Santos vence o Palmeiras e vira vice-líder do Brasileirão

Com início elétrico, Santos vence o Palmeiras e vira vice-líder 

 

No clássico da rodada no Campeonato Brasileiro, deu Santos. Na noite desta quarta-feira, o time comandado por Jorge Sampaoli recebeu o Palmeiras, na Vila Belmiro, e saiu de campo com a vitória por 2 a 0. Os gols do Peixe foram marcados por Gustavo Henrique e Marinho, em um início elétrico, avassalador, diria até que massacrante do time praiano sobre o Verdão. O duelo, aliás, era uma disputa de "seis pontos", confronto direto, o que fez o Santos passar o Palmeiras na tabela e assumir a vice-liderança do torneio.
 

Com o resultado, o Santos chegou a 47 pontos, mesma pontuação do Palmeiras, mas uma posição na frente do rival devido aos critérios de desempate - o time de Jorge Sampaoli tem 14 vitórias, enquanto o de Mano Menezes possui 13. O Flamengo, líder, está com 52 pontos, cinco a mais - diferença que pode chegar a oito caso o Rubro-Negro vença o Atlético-MG nesta quinta. Ambas as equipes voltam a campo no fim de semana - enquanto no domingo o Santos visita o INÍCIO ELÉTRICO
 
Dentro de casa, o Santos não mediu esforços desde o minuto inicial para que chegasse com facilidade ao ataque, de olho nos três pontos. Afinal, um clássico, confronto direto, o famoso "jogo de seis pontos" estava em disputa. E a estratégia utilizada pela equipe comandada por Jorge Sampaoli deu o seu resultado. Eduardo Sasha, no minuto inicial, Jean Mota, em cobrança de falta, e em uma jogada com ambos, foram os primeiros três lances de perigo contra o gol defendido por Jailson. Até que aos 12, Gustavo Henrique subiu mais alto para estufar as redes e colocar o 1 a 0 no placar para o Peixe.

CORREÇÃO DO VAR 
O Palmeiras estava irreconhecível em campo, e o Santos buscava aproveitar os espaços que acabava encontrando. Não demorou muito após abrir o placar para ampliar. Aos 16, Pará achou Diego Pituca, que mandou para o gol. O goleiro Jailson pegou, mas acabou dando rebote. Na sobra, Marinho estufou as redes e fez o 2 a 0. No momento inicial, a auxiliar assinalou impedimento, mas o vídeo, corretamente, a corrigiu, validando o gol - Marinho estava na mesma linha que Vitor Hugo. No restante da etapa inicial, o Santos tentou o terceiro, mas o gás inicial já não era mais o mesmo.

VITÓRIA CONFIRMADA
Na volta para o segundo tempo, o Santos administrou o resultado, colocando o pé no freio, até por conta do Palmeiras não mostrar nenhum poder de reação. Eduardo Sasha teve uma chance aos três, e pouca coisa acabou acontecendo posteriormente a isto. Aos 27 minutos, Willian foi expulso corretamente por carrinho, com a sola, em Diego Pituca - depois de mais um bom auxílio do vídeo -, e sem muitas emoções, a vitória do Santos foi confirmada em 2 a 0. Merecida pelo início elétrico, mas que poderia ter sido mais efetivo na etapa final para embalar melhor na sequência da competição.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 PALMEIRAS

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data/hora: 9/10/2018, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP) - Nota LANCE!: 7,0 (com o auxílio do VAR, não influenciou o resultado)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Neuza Ines Back (SP)
Árbitro de vídeo: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Gramado: Bom
Público/renda: 11.408 presentes/R$ 592.000,00
Cartões amarelos: Carlos Sánchez (SAN) e Felipe Melo (PAL)
Cartão vermelho: Willian 27'/2ºT (PAL)

GOLS: Gustavo Henrique 12'/1ºT (1-0) e Marinho 16'/1ºT (2-0)

SANTOS: Everson, Pará, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jean Mota; Marinho, Eduardo Sasha e Tailson (Lucas Venuto 34'/2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli.

PALMEIRAS: Jailson, Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Zé Rafael 16'/2ºT); Dudu, Willian e Luiz Adriano (Carlos Eduardo 24'/1ºT). Técnico: Mano Menezes.

 
Fonte: Lance!  
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
Veja a tabela completa
Marinho comemora gol em Santos x Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)