Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Erros grotescos de arbitragens contra times nordestinos

Colunistas: 
Marcos Antônio

 ERROS GROTESCOS DE ARBITRAGENS CONTRA TIMES NORDESTINOS
 
SPORT 2 x 1 FLAMENGO - quarta de final da Série A de 1982- um dos graves erros de arbitragem contra times nordestinos teve como protagonista o árbitro Oscar Scolfaro . Ele anulou um gol legítimo do Sport , alegando que a bola havia saído antes de um cruzamento que originou no terceiro gol do time pernambucano. O Flamengo venceu o primeiro jogo por 2 x 0 e seria eliminado se perdesse na Ilha por dois de diferença.
 
GRÊMIO 1 x 0 Ceará - final da Copa do Brasil de 1994. O árbitro Oscar Roberto de Godói deixou de marcar um pênalti indiscutível sobre o atacante Sérgio Alves, do Ceará. O empate daria ao time cearense o título de campeão da Copa do Brasil daquele ano.
 
BOTAFOGO 1 x 0 NÁUTICO - jogo válido pela trigésima segunda rodada da Série A de 2009. Os dois times lutavam contra o rebaixamento. O árbitro gaúcho, Leonardo Gaciba, deixou de expulsar o goleiro Jefferson após agressão a Carlinhos Bala. O assistente ainda anulou gol legítimo de Tuta para o Náutico. Para completar “ o serviço “ , Gaciba assinalou um pênalti inexistente para o Botafogo, o que deu origem ao gol da vitória do time carioca.
 
CEARÁ 1 x 1 SANTOS - jogo válido pela Série A de 2010 - o jogo entrou para a história por causa dos erros gravíssimos do árbitro mineiro Ricardo Ribeiro. O Ceará vencia o jogo por 1 x 0 e teve um gol legítimo anulado pelo árbitro o que daria ao time cearense tranquilidade no placar. Ainda no primeiro tempo foi marcado um pênalti inexistente a favor do Santos.
 
BAHIA 1 x 2 FLAMENGO - jogo pela nona rodada da Série A de 2012. O árbitro alagoano, Francisco Carlos do Nascimento, marcou um pênalti inexistente a favor do Flamengo. O erro propiciou a vitória do time carioca.
 
PALMEIRAS 2 x 1 SPORT - partida da trigésima segunda rodada da Série A de 2016.
O árbitro mineiro, Ricardo Ribeiro, não marcou um pênalti claríssimo a favor do Sport. A bola foi desviada com a mão pelo zagueiro Mina, dentro da área. Na sequência do lance, Dudu marcou o primeiro gol do Palmeiras.
 
BOTAFOGO 1 x 0 FORTALEZA - jogo válido pela terceira rodada da Série A de 2019- O atacante do Fortaleza, Wellington Paulista, foi empurrado dentro da área , por trás, pelo zagueiro do Botafogo, Gilson. O árbitro Wagner Reway foi advertido da infração pelo VAR ( árbitro de vídeo) . Após verificar as imagens , o árbitro optou por não marcar a penalidade claríssima a favor do Fortaleza. No segundo tempo , o árbitro também deixou de marcar uma penalidade a favor do Botafogo sobre o atacante Diego Sousa.

Todavia, o erro mais grave foi contra o time cearense por causa do momento do jogo. O pênalti não marcado para o Fortaleza ocorreu aos 39 minutos do primeiro tempo . Caso o Fortaleza convertesse a penalidade, iria para o intervalo com vantagem no placar. O Botafogo teria que vir pra cima em busca do empate e no contra-ataque poderia levar o segundo gol uma vez que o FEC possui atacantes velozes.
O pênalti não marcado para o Botafogo praticamente não influiu na história do jogo do time carioca , pois o alvinegro já vencia o confronto pelo placar de 1 x 0.
A falha do árbitro se configura como erro gravíssimo porque tinha a seu favor farto recurso tecnológico e, mesmo assim, optou pelo erro.
 
Fonte:.Esportudo.com e Site Eternamente Futebol ( Marcos Antonio V. Rodrigues - Redator)