Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

CSA vence CRB e fica com a vantagem do empate para o segundo jogo

CSA vence CRB e fica com a vantagem do empate para o segundo jogo
Atacante Robinho foi o autor do gol azulino, na primeira partida da decisão do Campeonato Alagoano, neste domingo (14), no Estádio Rei Pelé
 
oventa minutos da decisão do Campeonato Alagoano já se foram. Restam mais 90 minutos para CSA e CRB decidirem quem será o campeão alagoano de 2019. E quem se deu bem nestes primeiros 90 minutos foi o CSA, que venceu o CRB com o placar magro de 1 a 0, em jogo disputado na tarde deste domingo (14), às 16 horas, no Estádio Rei Pelé.

 
No jogo de volta, marcado para o próximo domingo (21), no mesmo horário (16h) e também no Rei Pelé, o CSA entrará em campo jogando com a vantagem do empate. Se der 1 a 0 para o Galo, ou seja, se ele vencer com diferença de um gol, a partida vai para as cobranças de pênaltis. Para ser campeão direto, o Galo terá que vencer o Azulão por dois gols de diferença. Desta vez o mando de campo da partida será o time regatiano.
O atacante Robinho foi o autor do único gol do jogo e do Azulão, assinalado no início do segundo tempo, exatamente aos 4 minutos.
 
O primeiro tempo
O jogo começou com o CRB sendo mais presente no campo ofensivo. E o CSA buscava conter as tentativas do Galo. Aos 5 minutos, o Galo meteu uma bola na trave. Ferrugem chutou na cobrança da falta, a bola bateu na barreira e tirou o goleiro João Carlos da jogada, mas a redonda explodiu na trave azulina.
 
Aos 11 minutos, o Azulão tentou. Patrick Fabiano passou a bola para Didira, que recebeu na frente, olhou para o gol e bateu cruzado, mas Edson Mardden espalmou para o lado e a defesa afastou o perigo. O Galo respondeu nesse mesmo minuto, quando William Barbio recebeu dentro da área adversária, limpou a marcação e chutou, tentando tirar do goleiro, mas viu a bola passar à esquerda de João Carlos.
Aos 16 minutos, William Barbio puxou ataque pela direita, passou para Zé Carlos dentro da pequena área, mas antes de o centroavante tentar o arremate o setor defensivo afastou.
 
Depois de um início intenso de jogo, a partir dos 20 minutos a partida diminuiu o ritmo. Aos 26 minutos, em novo ataque do CRB, Carlinhos impediu a subida de Júnior e fez falta perigosa na ponta direita de ataque regatiano. Ferrugem cobrou, levantando na área do CSA, Wellington Carvalho apareceu sozinho, cabeceou fraco e a bola foi à direita de João Carlos. E o CRB perdeu uma ótima chance de abrir o placar.
Aos 30 minutos, foi a vez de o CSA ter uma falta em seu favor. Na cobrança ensaiada, Carlinhos levantou a bola na área do CRB, mas Edson Mardden afastou o perigo, dando um soco na redonda. Aos 39 minutos, Didira cometeu falta em cima de William Barbio e o árbitro Fifa Anderson Daronco, em cima do lance, marcou. Aos 40 minutos, Ferrugem cobrou, batendo fechado, e João Carlos deu um soco na bola para afastar o perigo da área do Azulão.
 
Aos 42 minutos, Ferrugem novamente foi para a cobrança de uma falta perigosa em favor do Galo. Ele mandou na área do CSA, Lucas ajeitou de cabeça, mas a assistente Neusa Back, também da Fifa, já marcava o impedimento do meio-campista regatiano. O primeiro tempo foi até os 47 minutos, mas ninguém foi de ninguém na primeira etapa, que terminou empatada sem gols. 
E o segundo...
 
No tempo final, o CRB começou logo levando perigo ao Azulão. Aos 2 minutos, Mailson sofreu uma falta de Apodi, na frente da intermediária do CSA. Ferrugem foi para a cobrança, bateu no cantinho, com perigo, e João Carlos foi lá e espalmou para escanteio.
O CSA respondeu sem demora e deu certo: achou o seu gol. Aos 4 minutos, após um contra-ataque rápido, Patrick Fabiano passou para Robinho e o atacante chutou cruzado, no cantinho de Edson Mardden, abrindo o placar para o Azulão no Rei Pelé: 1 a 0.
Depois do gol, o CSA passou a administrar o jogo, que também passou a ficar com muitas faltas e sem jogadas com muita sequência. Em mais uma delas, aos 14 minutos, em favor do CSA, Carlinhos cobrou com estilo e a bola carimbou o travessão. Quase o Azulão fazia o seu segundo gol.
 
Aos 21 minutos, Lucas cobrou falta, mandando para Victor Rangel na segunda trave, e a defensiva azulina afastou. O CSA respondeu aos 23 minutos. Após bobeira da defesa do CRB, numa indecisão de Edson Henrique e Edson Mardden, Matheus Sávio quase chegou na bola para concluir, não o fez porque Mardden saiu do gol e impediu. 
O time regatiano tentava sair para o jogo e o azulino recuou muito, trabalhando em seu próprio campo e buscando os contra-ataques. E o Galo teve uma boa oportunidade aos 32 minutos. Após cobrança de lateral, William Barbio chutou, a bola tocou em Carlinhos e Luciano Castán colocou para escanteio, livrando o perigo. 
 
Aos 34 minutos, o CRB chegou assustando. Em um contra-ataque rápido e perigoso, Mailson recebeu o passe de Hugo Sanches - que entrou no segundo tempo - chutou forte, a bola foi travada por Luciano Castán e saiu pela linha de fundo, para alívio do Azulão. 
O Regatas tentava o gol da igualdade e pressionava o CSA no campo de ataque. Aos 37 minutos tentou mais uma vez. Júnior foi lançado na ponta direita do CRB, abriu espaço, chutou forte, mas mandou a bola muito longe do gol de João Carlos, resultando em lance de tiro de meta.
 
Aos 41 minutos, o CSA chegou ao ataque. Manga Escobar - que entrou no segundo tempo - desceu em velocidade, passou para Patrick Fabiano, mas o centroavante azulino não conseguiu o domínio e o Azulão perdeu a chance.
A partida se aproximava do final, o árbitro deu mais 4 minutos de acréscimos e aos 46 minutos o Galo ainda tentou, mas perdeu uma chance incrível, com Maílson. Ele ficou sozinho com a bola, na entrada da área do CSA, chutou todo torto e mandou para fora, deixando escapar a grande chance de empatar o jogo. 
 
O Azulão ainda tentou aos 48 minutos. Em jogada de contra-ataque, Victor Paraíba cruzou rasteiro, no meio da área do CRB, mas Edson Mardden segurou e não deixou a bola escapar. E, nos exatos 49 minutos, o árbitro Anderson Daronco encerrou o final da partida. Estava decretada a vitória azulina e a vantagem para o jogo de volta.
CSA - João Carlos; Apodi, Ronaldo Alves (Gerson), Luciano Castán e Carlinhos; Mauro Silva, Dawhan e Matheus Sávio (Victor Paraíba); Didira, Robinho (Manga Escobar) e Patrick Fabiano. Técnico: Marcelo Cabo.
 
CRB - Edson Mardden; Júnior, Wellington Carvalho, Edson Henrique e Igor; Claudinei, Ferrugem (Hugo Sanches) e Felipe Menezes (Lucas); William Barbio, Mailson e Zé Carlos (Victor Rangel). Técnico: Marcelo Chamusca. 
Árbitro - Anderson Daronco (Fifa-RS).
Auxiliares - Bruno Boschila (Fifa-PR) e Neusa Back (Fifa-SC). 
 
Fonte: Gazeta de Alagoas - Fernanda Medeiros 
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
CSA x CRB, no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
Veja a tabela completa do Campeonato Alagoano
Melhores momentos:https://youtu.be/d_nsdBs8ucU