Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Sport vence Náutico, acaba com invencibilidade do rival e tem vantagem na decisão

Sport vence Náutico, acaba com invencibilidade do rival e tem vantagem na decisão
 

Ezequiel marcou o gol do Leão que dá vantagem para o jogo de volta da final do Campeonato Pernambucano; Timbu perde uma partida após 18 jogos
 
E a invencibilidade Timbu caiu. Mais uma vez, o Alvirrubro sucumbiu diante do Sport em 2019. Se a última derrota havia sido ainda em janeiro na casa do adversário, dessa vez, o Leão venceu, com gol de Ezequiel, na casa do Náutico. Com a vitória, os leoninos terão a vantagem do empate jogando em casa no próximo domingo. 

A tônica da partida foi de um Sport marcando na frente e o Náutico se defendendo e busca vitória no contra-ataque. Apesar da melhoria do desempenho na segunda etapa, o Timbu não conseguiu sair de campo vencedor. E viu o Leão sair de campo com a vitória com gol marcado pelo seu camisa 17. Foi o quarto do atacante, que assumiu a vice-artilharia do time na temporada.

 

O próximo jogo da final será na Ilha do Retiro, no próximo domingo, às 16h, com mando rubro-negro, devido a melhor campanha do Sport ao longo do Campeonato Pernambucano. 

O jogo

A partida começou com todos os elementos de uma final. Marcação forte, jogo truncado e muitas faltas. O Sport começou jogando no campo de ataque apertando a saída de bola do Náutico, enquanto a equipe Timbu tentava sair pelas pontas através da velocidade de Robinho e Thiago. 

 

A pressão fez efeito e o Leão dominou as ações ao longo da maior parte da primeira etapa, e especialmente em jogadas pela direita com a dobradinha Ezequiel e Norberto e em bolas paradas cobradas por Guilherme. Aos 12, a primeira grande chance da partida. A bola é cruzada por Norberto pela direita, passa por todo mundo e sobra no meio da área para Luan, que bate . 

 

O Náutico buscou o lado esquerdo do ataque para explorar o espaço dado por Norberto na lateral direita através de lançamentos diretos vindo da defesa. O meio-campo Timbu foi engessado pela marcação adiantada do Sport e não conseguia agredir a defesa leonina. Jorge Henrique e Luiz Henrique fizeram jogo discreto e pouco efetivo no ataque. A principal chance alvirrubra aconteceu aos 46, em falha da defesa do Leão, Thiago recebeu sobra de bola na entrada da área e bateu fraco para defesa de Mailson.

 
 

O Sport respondeu logo em seguida. Após erro na saída de bola, Guilherme retomou a posse e abriu para a ponta direita. O camisa 11 chutou para a boa defesa de Bruno e na sobra o volante Charles, que estava livre, dominou no peito, ajeitou o corpo e bateu por cima. 

Segundo Tempo

Como tem sido comum nas últimas partidas, o Náutico retornou a campo com a presença de Wallace Pernambucano na vaga de Odilávio. A alteração melhorou o desempenho do Timbu que começou a incomodar a defesa do Leão. 

 

Porém, com o avançar do segundo tempo, o Sport voltou a encaixar a marcação e não permitir jogadas de perigo do Náutico. No campo ofensivo, o Leão continuou chegando bem pelas pontas, mas desta de maneira mais equilibrada, alternando com Ezequiel e Guilherme, que foi deslocado para sua posição de origem com a entrada de Leandrinho. 

 

A partir dos 20 minutos, o Náutico começou a protagonizar a partida. Com a qualificação no meio-campo dada com a entrada de Maylson, o Timbu voltou a ter escapadas perigosas pela direita com Thiago. 

 

Mas no melhor momento do Timbu, a insistência ofensiva do Sport deu resultado. Aos 35, Bruno deu rebote de chute de fora da área. Sander recebeu cruzou e achou Ezequiel que marcou o primeiro gol da partida. O gol foi irregular, pois o lateral esquerdo do Leão estava em posição adiantada na origem da jogada.

 

 

Durante os minutos finais, o Náutico buscou apertar o time do Sport, enquanto o Leão se defendia com os 11 jogadores atrás da linha da bola e buscava o contragolpe. Bem postados na defesa, os leoninos apenas esperaram o fim da partida para confirmar a vantagem para a segunda partida da decisão. 

 

Ficha do jogo

 

Náutico

Bruno; Hereda, Diego, Camutanga e Assis; Josa, Luiz Henrique e Jorge Henrique; Thiago, Robinho (Maylson) (Fábio Mato) e Odilávio (Wallace Pernambucano). Técnico: Márcio Goiano. 

 

Sport 

Mailson; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Ronaldo, Charles e Guilherme (Juninho); Ezequiel, Luan (Leandrinho) e Hernane (Elton). Técnico: Guto Ferreira. 

 

Local: Estádio dos Aflitos

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)

Assistente: Danilo Manis e Daiane Caroline Muniz (FIFA-)

Cartões amarelos: Wallace Pernambucano (Náutico); Luan e Juninho (Sport)

Gols: Ezequiel aos 35’ do 2º tempo (Sport)

Público: 14.211 torcedores 

Renda: R$ 413.802,00 

 

 

Náutico x Sport foi um jogo "pegado", decidido nos detalhes (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)
Náutico vinha de sequência expressiva (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)
Veja a tabela completa do Campeonato Pernambucano 
Fonte: Superesportes - Yago Mendes 
Melhores momentos: https://youtu.be/-n3ytyK9y3c