Get Adobe Flash player

Messi e a diferença abissal para os artilheiros do Brasil

Messi e a diferença abissal para os artilheiros do Brasil
 
 

Lionel Messi deixou os fãs de futebol mundo a fora sem palavras. Mais uma vez.  A exibição do argentino na vitória por 4 a 2 sobre o bom time do Sevilla foi digna de suas melhores obras de arte: fez dois golaços e depois anotou o terceiro, para atingir o seu 50º hat-trick na carreira, finalizando a tarde com uma assistência para Luis Suárez.

Aos 31 anos, o camisa 10 mantém uma regularidade assustadora em alto nível. Até o momento foram 33 gols em 32 partidas. Em média (1,03 gols/jogo), a sua presença é sinônimo de gol. E o argentino ainda faz muito mais: abre espaços, cria oportunidades e dá assistência – foram 15 até aqui, de acordo com a Opta Sports.

Se considerarmos apenas os gols marcados na Liga Espanhola, faltando 13 rodadas para o fim do certame, Messi soma 25 bolas nas redes. É mais do que alguns clubes importantes da Europa nesta temporada. Para citar apenas os mais tradicionais, com histórico de títulos nacionais no passado, o argentino é mais efetivo do que as equipes do Newcastle, Monaco e Valencia (todos com 24 tentos em seus respectivos campeonatos nacionais).

Pegando essa comparação e trazendo para o Brasileirão, o principal produto do nosso futebol, Messi já fez mais gols do que Fluminense (32 gols), Ceará (32), Paraná (18) e América Mineiro (30) em 38 rodadas de Brasileirão em 2018.

Na comparação com os artilheiros que tivemos no Campeonato Brasileiro, em mais de uma década nenhum bate os 25 tentos anotados por Messi até o momento. O último a conseguir foi Washington, o “Coração Valente”, que em 2004 fez 34 gols pelo Athletico. Foi o maior número de bolas nas redes que um único jogador já somou na história da nossa primeira divisão. Se mantiver a sua média goleadora da atual temporada, o rosarino superaria facilmente tal marca.
 
Fonte: Onefootball 
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
Em 24/02/2019