Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Atlético tem quatro zagueiros com mais de 1,90m e quer que 'artilharia aérea' faça a diferença em 2019

Atlético tem quatro zagueiros com mais de 1,90m e quer que 'artilharia aérea' faça a diferença em 2019
 

Iago Maidana, Igor Rabello, Leonardo Silva e Réver: opção na bola aérea não vai faltar para a equipe comandada pelo técnico Levir Culpi
 
As contratações de Igor Rabello e Réver fizeram o Atlético aumentar a média de altura do elenco. Os dois jogadores medem mais de 1,90m e se juntam a dois companheiros de setor que partilham de métrica parecida: Iago Maidana e Leonardo Silva. Com o quarteto à disposição, a equipe comandada por Levir Culpideve abusar das jogadas aeres ofensivas e ter mais força ao defender nesse tipo de situação.
 

O mais alto deles é Iago Maidana, que mede 1,96m; logo depois, a lista tem as ‘torres gêmeas’ Leonardo SilvaRéver, ambos com 1,92m e, Igor Rabello, o ‘baixinho’ do quarteto, com 1,91m.

 

Réver Leonardo Silva, inclusive, estão na história do Atlético. Além de formarem a dupla de zaga campeã da Copa Libertadores em 2013, os dois são os jogadores da posição com mais gols pelo clube (34 para Leo e 22 para Réver). Maidana, que chegou ao Galo em 2018, ainda não marcou com a camisa alvinegra. Já Igor Rabello acabou de ser contratado e ainda não estreou.

 

O novo reforço, inclusive, destaca a força da bola aérea dos companheiros de posição no AtléticoIgor Rabello também fez questão de elogiar os parceiros, inclusive os menos badalados, como Matheus Mancini e o jovem Matheus Stockl, promovido ao profissional na reta final de 2018.

 

“Procuro bastante chegar à área ofensiva. O Réver, o Leo e o Maidana são ótimos na bola aérea também. Temos uma boa zaga, ainda tem o Matheus Mancini e o Matheus Stockl. Esperamos estar ajudando o ataque”, disse Rabello.

 

Réver Leonardo Silva podem mostrar o caminho dos gols para Igor Rabello. Os dois veteranos são inspirações para o jovem jogador, de 23 anos, que foi uma das contratações mais badaladas no mercado de fim de ano.

 

“São dois jogadores experientes, rodados, que vão me ajudar fora de campo e dentro de campo, até por já conhecerem o Atlético. Tenho que prestar atenção nas indicações deles para seguir o caminho que eles tiveram aqui no Galo”, completou.

 

Bons de cabeça

 

No Campeonato Brasileiro do ano passado, os jogadores tentaram bastante na joga aérea. O grande artilheiro foi Leonardo Silva, que marcou três vezes de cabeça. Igor Rabello, pelo Botafogo, fez duas vezes desta forma, enquanto Réver balançou as redes uma vez com a camisa do Flamengo. Iago Maidana foi o único que não marcou.

 

Somando os quatro defensores, foram 38 finalizações de cabeça no Campeonato Brasileiro de 2018, sendo 13 delas na direção do gol (um aproveitamento de 34%). Veja os números de cada um deles abaixo.

 

Ranking de finalizações de cabeça no Brasileiro 2018

Igor Rabello(foto abaixo) – 13 finalizações (5 certas e 8 erradas) e 2 gols

Leonardo Silva – 12 finalizações (6 certas e 6 erradas) e 3 gols

Réver – 8 finalizações (2 certas e 6 erradas) e 1 gol
 

Iago Maidana – 5 finalizações (5 erradas)

 

 

 

Fonte: Superesportes - Túlio Kaizer 

Divulgação: Site Eternamente Futebol 

Em 11/01/2019

Réver e Leonardo Silva, as "Torres Gêmeas", podem reeditar parceria vencedora no Atlético