Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Júlio César, goleiro do Fluminense, é sondado pelo Fortaleza

 Júlio César, goleiro do Fluminense, é sondado pelo Fortaleza 
 

O goleiro Júlio César, destaque do Fluminense na Série A em 2018, pode vestir a camisa do tricolor cearense na temporada de 2019. Com contrato encerrando no fim de dezembro deste ano com o clube carioca, o jogador teve seu nome sondado pelo Fortaleza, que já deu início as movimentações para montar o elenco após a manutenção de Rogério Ceni.

+ Fortaleza tem interesse na permanência do zagueiro Ligger

 

O goleiro foi titular absoluto do Fluminense, atuando em 35 partidas da Série A, e terminou o campeonato em alta. No último jogo do tricolor carioca diante do América-MG, que valia a permanência na elite do futebol, Júlio César defendeu o pênalti cobrado por Luan, quando a partida ainda estava empatada em 0 a 0 (veja no vídeo abaixo). Além disso, o goleiro brilhou durante todo o duelo, fechando o gol e evitando o empate do Coelho, que acabou derrotado por 1 a 0. Ele foi ovacionado pela torcida no Maracanã após o confronto.

 

A permanência do arqueiro no Fluminense é vista como complicada diante da dificuldade financeira que o clube passa atualmente. O jogador quer uma valorização salarial e uma estensão de contrato de pelo menos mais de um temporada.

 

Júlio César começou no Paraná, onde se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2005, e assinou com o Botafogo. Na equipe alvinegra, o arqueiro foi ganhou a titularidade aos 20 anos, em 2007, e viveu momentos de protagonismo, quando impediu Romário de marcar o milésimo gol na semifinal da Taça Rio, além de ter defendido uma penalidade após o empate de 4 a 4 no tempo normal.

 

Em 2008, o atleta seguiu para a Europa, onde permaneceu até 2014. Neste período, Júlio César atuou pelo Belenenses e Benfica, em Portugal, e pelo Granada e Getafe, na Espanha. Depois, voltou ao Brasil para defender as cores do Tricolor das Laranjeiras.

 

Em quatro anos no Fluminense, o goleiro viveu seu melhor momento em 2018, quando reassumiu a titularidade com a saída de Diego Cavalieri. Ele disputou 63 partidas nesta temporada, nas seguintes competições: Série A, Sul-Americana, Copa do Brasil, Campeonato Carioca e Flórida Cup.

 

Em caso de acerto, o goleiro aumentaria a concorrência pela titularidade no gol do Fortaleza. Titular e ídolo do clube com dois acessos seguidos, Marcelo Boeck apresentou uma queda de produção nesta temporada e não teve um reserva à altura, com experiência para substituí-lo no mesmo nível.

 

No setor, está garantido para a próxima temporada, além de Boeck (contrato até 2020), o goleiro Max Walef, cria da base que teve seu vínculo estendido até 2020.

 

 
LUCAS MOTA - O Povo 
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
Em 04/12/2018