Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Vasco sofre, mas empata com o Ceará e se livra da queda

Vasco sofre, mas empata com o Ceará e se livra da queda 
 

 

Vasco e Ceará fizeram um bom jogo na tarde deste domingo em Fortaleza, pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto terminou com um empate sem gols, mas o jogo foi movimentado na Arena Castelão lotada.
 
O resultado foi positivo para o Vasco, que terminou a competição na 16ª colocação, mas se livrou do rebaixamento. Já o Ceará foi ultrapassado por Fluminense e Chapecoense e ficou de fora da Copa Sul-Americana.
 
O jogo – Ceará e Vasco fizeram um primeiro tempo equilibrado, e marcado pela postura cautelosa das duas equipes. Enquanto para o Vasco um empate significava escapar do rebaixamento, para o Ceará poderia até garantir uma vaga na Sul-Americana, dependendo dos outros resultados. Assim, os dois treinadores postaram suas equipes jogando atrás da linha da bola, e buscando o erro do adversário.
 
Com duas defesas bem compactas, a bola rondava as duas áreas de lado a lado, mas as penetrações foram poucas no primeiro tempo.
 
Jogando diante de sua torcida, e precisando da vitória para ir à Sul-Americana sem depender dos outros, o Ceará foi um pouco melhor.
 
Aos quatro minutos, lançamento em profundidade na esquerda para Felipe Azevedo, que dominou e rolou para a área. Calyson pegou de primeira mas a bola passou rente ao travessão.
 
Aos 10, Kelvin recebeu na direita, se aproximou da área, pedalou e cortou para o meio, mas na hora do chute, ele saiu fraco. Quando o zagueiro do Ceará ia fazer o corte, Maxi López veio por trás, tomou a bola e bateu para o gol. O argentino, entretanto, estava em posição irregular e o gol foi anulado.
 
O jogo seguia com as duas equipes se fechando quando a outra tinha a bola, e o número de faltas crescia, assim como os cartões amarelos, que foram cinco só na etapa inicial. Já os goleiros pouco trabalho tinham.
 
Aos 33, falta para o Vasco na intermediária. A bola é rolada para Andrey, que arrsica do meio da rua mas manda longe do gol de Éverson. Três minutos depois, contra-ataque rápido do Ceará e Felipe Jonatan fez boa jogada pela esquerda. O lateral foi à linha de fundo e cruzou para Arthur, que chegava pelo meio em velocidade. Quando o atacante do Ceará armava a conclusão, Werley se esticou para cortar e afastar o perigo.
 
O Ceará voltou para o segundo tempo com uma modificação, a entrada do veterano Eder Luis entrou no lugar de Calyson. Coincidência ou não, a equipe cearense voltou mais ligada, e logo aos 3 teve uma grande chance de abrir o placar.
 
 
Samuel Xavier recebeu em profundidade pela direita, deu um corte em cima do marcador e cruzou na pequena área para Arthur. O atacante, atrapalhado por Werley, errou a cabeçada e Luiz Gustavo mandou para escanteio.
 
Aos 10, outra jogada pela direita, e com os mesmos personagens, quase acabou em gol. Richardson lançou Samuel Xavier na ponta direita, ele cruzou rasteiro na marca do pênalti e Arthur tentou finalizar de primeira mas chutou em cima de Werley, e a bola foi pela linha de fundo.
 
Após a blitz inicial do Ceará, o Vasco voltou a equilibrar o jogo, que ficou mais aberto. A equipe carioca teve sua melhor oportunidade no jogo aos 24. Andrey rouba a bola no grande círculo e parte em velocidade. Na frente da área, ele rola na direita para Marrony, que, livre de marcação, chuta em cima de Éverson que saiu bem do gol.
 
Na cobrança do escanteio, a bola é levantada na área e ninguém corta até que ela chega do outro lado para Werley. No susto, o zagueiro tenta a conclusão, mas acerta um jogador do Ceará, e a defesa afasta o perigo.
 
O final foi ficando dramático. O Sport vencia o Santos na Ilha do retiro, e um gol do Ceará rebaixaria o Vasco.
 
Aos 34, Juninho domina na entrada da área e tenta de longe, mas Fernando Miguel estava atento e fez grande defesa para salvar o Vasco.
 
Aos 46, Samuel Xavier comete falta em Marrony e leva o segundo amarelo, deixando o Ceará com um a menos. O Vasco segurou o jogo nos minutos finais e garantiu o empate salvador.
 
FICHA TÉCNICA
 
CEARÁ  0 X 0 VASCO
 
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 2 de dezembro de 2018, domingo
Hora: 17h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Rogerio Pablos Zanardo (SP)
Cartões amarelos: Richardson, Samuel Xavier, Ricardinho (Ceará); Willian Maranhão, Raul (Vasco)
Cartão Vermelho: Samuel Xavier (Ceará)
CEARÁ: Éverson, Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio e Felipe Jonatan; Richardson, Juninho, Ricardinho (Wescley) e Calyson (Eder Luis); Arthur e Felipe Azevedo (Cardona)
Técnico: Lisca
VASCO: Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castan e Willian Maranhão (Ricardo); Raul (Desábato), Andrey, Kelvin e Thiago Galhardo; Caio Monteiro (Marrony) e Maxi López
Técnico: Alberto Valentim
 
 
VEJA A TABELA COMPLETA DA SÉRIE A 
 

Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

 

Confira os principais lances: https://youtu.be/_Q3YH7_OCw0
 
Divulgação: Site Eternamente Futebol