Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Vasco e Inter empatam em São Januário e ficam travados na tabela

Vasco e Inter empatam em São Januário e ficam travados na tabela
 
 
Vasco e Internacional empataram por 1 a 1 em partida disputada na noite desta sexta-feira, em São Januário. O resultado não foi bom para nenhuma das equipes. A equipe Cruz-Maltina chegou aos 35 pontos e ocupa a 13ª posição, mas pode cair na tabela de classificação ao final da rodada. O Inter é o terceiro colocado com 58 pontos.
 
Os gols foram marcados por Jonatan Alvez para o Inter e Maxi López, de pênalti, para o Vasco, já nos acréscimos. A marcação da penalidade gerou grande revolta entre jogadores e comissão técnica do time gaúcho. O trio de arbitragem foi cercado e ouviu muita reclamação.
 
O jogo foi muito truncado no primeiro tempo e melhorou bastante no segundo tempo, quando as duas equipes adotaram comportamento mais ofensivo e passaram a procurar a vitória. O Vasco voltou a mostrar dificuldades para fazer a bola chegar a Maxi López, enquanto o time colorado sentiu muito a falta de Leandro Damião no comando do ataque.
 
Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Fluminense, no Maracanã. O Internacional vai receber o Atlético-PR, no Beira Rio.
 
O Jogo – A necessidade de vitória fez com que as duas equipes assumissem posturas ofensivas desde os primeiros minutos da partida. Com Nico López caindo pelos lados do campo, o time visitante criava mais dificuldades para a defesa cruz-maltina. No Vasco, Maxi López ficava isolado na frente e pouco participava do jogo.
 
Só aos 11 minutos é que a torcida teve motivos para se agitar. Após cobrança de falta por Yago Pikachu, Fabricio escorou e Castán dividiu com Victor Cuesta pelo alto e o zagueiro do Vasco reclamou de uma cotovelada, mas o árbitro nada marcou.
 
Os dois times marcavam forte e o jogo ficou muito truncado pelo excesso de faltas. As duas equipes encontravam grande dificuldade para chegar na área, principalmente porque atuavam com poucos jogadores na zona de ataque.
 
Aos 22 minutos, Pikachu lançou na área, o goleiro Marcelo Lomba desviou de soco. Willian Maranhão cabeceou no rebote e o goleiro colorado voltou a defender. O Inter respondeu com um cruzamento na pequena área e Martín Silva saiu com precisão para afastar o perigo da sua área.
 
O Vasco intensificou a pressão e Marcelo Lomba evitou o gol da equipe carioca ao fazer grande defesa após chute de Willian Maranhão, após novo cruzamento de Yago Pikachu.
 
Aos 28 minutos, em outro lançamento de Pikachu, o mais eficiente da equipe, a bola sobrou para Marrony que errou na conclusão e mandou a bola muito longe do gol defendido por Lomba. O Inter sentia a falta de Leandro Damião na área porque Nico López e Rossi preferiam ocupar as laterais na hora de atacar.
 
Aos 35 minutos, o zagueiro Rodrigo Moledo perde a bola na intermediária e Cuesta é obrigado a derrubar Pikachu na entrada da área. Falta que Fabrício cobra no canto e obriga Marcelo Lomba a se empenhar para evitar que a bola entre no seu canto direito. Aos 40 minutos, Fabricio ganha a dividida com Moledo e ganha espaço para o chute, mas a conclusão sai torta e longe do gol gaúcho.
 
Aos 45 minutos, Martín Silva acionou Fabrício que partiu para o ataque, mas acabou derrubado por Rodrigo Moledo antes de chegar na área. Pikachu bateu colocado e a bola tirou tinta da trave esquerda de Marcelo Lomba.
 
O segundo tempo começou com o Vasco no ataque e, logo aos dois minutos, Pikachu recebeu a bola na área e mandou a bomba, mas Marcelo Lomba fez grande defesa e evitou o primeiro gol da equipe carioca. A pressão carioca continuou e , aos cinco minutos, o polivalente Pikachu recebeu bom passe de Andrey, mas mandou para fora.
 
O time gaúcho só chegou na área cruz-maltina aos nove minutos. Após cruzamento na área, Patrick desviou de cabeça e mandou para fora. O Inter se animou e dois minutos depois, Edenilson arriscou, da entrada da área, e Martín Silva espalmou para escanteio.
 
A partida ficou mais aberta e, aos 15 minutos, foi a vez de Maxi López receber na área, evitar a marcação e bater com perigo, mas a bola saiu. O técnico decidiu trocar Fabrício por Thiago Galhardo, mas Fabricio ficou inconformado com a substituição. Ele saiu fazendo gestos de desagrado e entrou direto nos vestiários, debaixo de muitas vaias da torcida vascaína.
 
Jonatan Alvez entrou no lugar de Rossi e, na primeira jogada na área carioca, dividiu com Andrey e caiu, mas o árbitro não atendeu aos pedidos de pênalti e mandou o jogo seguir. Logo depois foi a vez de Edenilson receber na área e chutar, mas a bola bateu em Castán e saiu para escanteio.
 
Os dois times procuravam o gol, mas encontravam dificuldades para criar condições claras de gol. Aos 32 minutos, em falta ao lado da área, Nico López tentou o chute direto e mandou para fora, irritando seus companheiros que estavam esperando a bola na área.
 
Aos 39 minutos, o Internacional marcou. Wellington Silva invadiu pela esquerda e bateu. Martín Silva fez defesa parcial e Jonatan Alvez apareceu, livre, para colocar a bola nas redes. O Vasco partiu para o tudo ou nada e, aos 44 minutos, Kelvin invadiu a área e foi derrubado por Cuesta. O árbitro marcou pênalti, bastante contestado pelos gaúchos, Dois minutos depois, Maxi López bateu com categoria e empatou a partida.
 
FICHA TÉCNICA

VASCO 1 x 1 INTERNACIONAL
 
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro-RJ
Data: 26 de Outubro (Sexta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Público: 8301 pagantes
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)
Cartão Amarelo: Willian Maranhão, Thiago Galhardo, Maxi López (Vas);D´Alessandro, Rodrigo Moledo, Edenilson, Rodrigo Dourado, Jonatan Alvez (Int)
Gols:
VASCO: Maxi López, aos 46 minutos do segundo tempo
INTER: Jonatan Alvez, aos 39 minutos do segundo tempo
VASCO: Martín Silva, Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castán e Ramon; Andrey, Willian Maranhão (Raul), Yago Pikachu e Fabrício (Thiago Galhardo); Marrony (Kelvin) e Maxi López.
Técnico: Alberto Valentim
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, D’Alessandro (Wellington Silva) e Patrick; Rossi (Jonatan Alvez) e Nico López.
Técnico: Odair Hellmann
 
 
Fonte: Gazeta Esportiva
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
VEJA A TABELA COMPLETA DA SÉRIE A 
Veja principais lance e gols:https://youtu.be/5HFYj_fwaHQ