Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Ferroviário vence o São José por 3 a 1 e pode se classificar com derrota à final da Série D

Ferroviário vence o São José por 3 a 1 e pode se classificar com derrota à final da Série D 
 
O Ferroviário está com um pé na final da Série D do Brasileiro. A vitória de ontem sobre o São José-RS, por 3 a 1, no Castelão, deixa o time coral com vantagem confortável, podendo até perder por um gol de diferença em Porto Alegre, no próximo domingo, e ainda se classificar. Apesar do placar elástico, os gaúchos venderam caro a derrota; portanto, o Tubarão não deve baixar a guarda nos 90 minutos decisivos.
No intervalo, ninguém daria o palpite de vitória com folga para qualquer dos lados. Os primeiros 45 minutos de jogo foram de pouquíssimas chances de gol. Não fosse a habilidade de Juninho Quixadá, para o Ferroviário, e Kelvin, para o São José, o placar teria ficado intacto na etapa inicial. Os gols saíram, inclusive, bem próximos um do outro, aos 25 e 27 minutos, respectivamente.
A emoção da partida ficou para a etapa final. Incentivado pela torcida, o Tubarão voltou aceso e passou a pressionar principalmente pelos lados. O técnico Marcelo Vilar fez intervenções cruciais na partida. Ele lançou Valdeci e Gleidson a campo e os dois participaram diretamente dos dois gols que deram a vitória ao Ferroviário. O primeiro deu assistência para gol de Mazinho; o segundo deu o último toque na bola antes dela balançar a rede — Gleidson e Xaro desviaram a bola praticamente juntos, mas a arbitragem deixou na conta do volante.
Apesar do resultado importante, um assunto paralelo roubou a pauta ao fim da partida. Todos queriam saber de uma possível transferência de Juninho Quixadá para o Ceará. “Amanhã (hoje) eu vou definir. Não quero falar disso com a camisa do Ferroviário”, despistou o jogador. Em vão. A presença de Robinson de Castro e Marcelo Segurado, presidente e gerente de futebol do Vovô, respectivamente, na arquibancada entrega que a negociação pela transação já está aberta. (Brenno Rebouças)
 
BRASILEIRO SÉRIE D
 
Ferroviário 3
Técnico: Marcelo Vilar
4-4-2: Gleibson; Lucas Mendes, L. Fernando, André Lima e Sávio; Mazinho, Leanderson (Gleidson), Janeudo e Esquerdinha (Valdeci); E. Cariús e Juninho Quixadá (Rafael Guedes).
 
São José 1
Técnico: Rafael Jaques
4-4-2: Fábio; Márcio Lima, Bruno Jesus, Rafael e Xaro; Fabiano, Matheuzinho, Karl (Alexandre) e Felipe; Márcio e Kelvin (Janderson).
Local - Arena Castelão, em Fortaleza.
Data - 16/7/2018.
Árbitro - Dyorgines Padovani (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Zanotti (ES)
Gols - 5min/1T - Caríús deu passe de três dedos para juninho Quixadá, que invadiu a área pela esquerda, puxou a bola para a perna direita e bateu colocado; 27/1T - Kelvin invade a área pela esquerda e bate rasteiro; 36min/2T - Valdeci vai à linha de fundo e cruza rasteiro para Mazinho desviar, na pequena área; 42min/2T - Janeudo cobra escanteio e Gleidson desvia na segunda trave
Cartões amarelos: São José: Karl, Rafael Goiano e Fabiano. Ferroviário: Mazinho, Leanderson, Juninho Quixadá e Janeudo (Ferroviário)
Público - 2.701 (2.464 pagantes).
MAZINHO fez o segundo dos três gols do Ferroviário na partida JULIO CAESAR

Fonte: O Povo
Divulgação: Site Eternamente Futebol
Veja os gols:https://youtu.be/kcBPPH9_iyw