Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Sampaio segura pressão do Bahia e conquista a Copa do Nordeste

Sampaio segura pressão do Bahia e conquista a Copa do Nordeste
 
O Sampaio Corrêa é campeão da Copa do Nordeste. Após vencer o Bahia por 1 a 0 em casa no jogo de ida da decisão, a equipe do Maranhão entrou em campo na Arena Fonte Nova precisando apenas de um empate para levantar a taça e o empate veio, pelo placar de 0 a 0, após grande partida da defesa, que segurou o ataque tricolor.
 
Apesar da conquista boliviana, o Bahia pressionou durante todo o jogo, mas não conseguiu balançar a rede. Um dos grandes responsáveis por manter o zero no placar foi o goleiro Andrey, que fez defesas importantes no decorrer do jogo e salvou sua equipe nos acréscimos da etapa complementar.
 
A Copa do Nordeste é o primeiro título nacional do Sampaio Corrêa desde 2012, quando conquistou o Campeonato Brasileiro Série D. Agora, a equipe maranhense volta suas ações, mais motivada do que nunca, para a Série B, na qual ocupa a perigosa 16ª posição com 15 pontos. O Bahia, por sua vez, também precisa se recuperar na Série A, já que está na zona de rebaixamento com 12 pontos.
 

Bahia pressiona na primeira etapa, mas não sai do zero
 
Como se espera de uma final, o jogo começou bastante movimentado e com chances para ambos os times. O Sampaio Corrêa foi o primeiro a levar perigo, ainda no segundo minuto, em cobrança de falta de Fernando Sobral que exigiu boa defesa de Anderson. O Bahia respondeu dois minutos depois, quando Léo cobrou lateral na área e Tiago cabeceou por cima do gol.
 
A intensidade dos primeiros momentos da partida foi interrompida aos sete minutos, quando o atacante Uillian, do Sampaio Corrêa, e o zagueiro Tiago, do Bahia, sofreram choque de cabeça. Ambos os jogadores sofreram cortes e tiveram de ser atendidos fora de campo.
 
Precisando de ao menos um gol para levar a decisão para os pênaltis, o Bahia controlou mais o jogo com o passar do tempo. A equipe de Enderson Moreira pressionava na marcação e trocava passes no campo de ataque esperando por espaços para o ataque e, quando encontrava, apostava na velocidade dos pontas Régis e Élber. O Sampaio Corrêa, por outro lado, não conseguia ficar com a bola nos pés e tinha dificuldades para chegar perto da área adversária.
 
Nos últimos dez minutos da primeira etapa, o Bahia chegou mais perto de abrir o placar, mas parou em Andrey. Aos 36 minutos, Léo chutou de fora da área e viu o camisa 42 defender. Dois minutos depois, Zé Rafael invadiu a área e ficou cara a cara com o goleiro, mas Andrey novamente fez grande defesa e manteve o zero a zero no placar.
 
Nos acréscimos, os donos da casa tiveram uma última chance para chegar ao intervalo à frente, mas acabaram desperdiçando. Após cruzamento pela ponta direita, Zé Rafael finalizou de cabeça, mas a bola passou sobre o gol de Andrey, que desta vez não precisou agir. Após os primeiros 45 minutos do jogo decisivo, o placar mostrava empate por 0 a 0, resultado que dava o título ao Sampaio Corrêa.
 

Sampaio segura pressão do Bahia e conquista o título
 
Para o segundo tempo, as equipes voltaram dos vestiários sem alterações e o panorama da partida continuou o mesmo que terminou o primeiro tempo. O Bahia tinha mais posse de bola e trocava passes em busca de um espaço para atacar, enquanto o Sampaio Corrêa se defendia com quase todos os jogadores no campo de defesa.
 
Tentando dar mais intensidade ao ataque tricolor, Enderson Moreira, aos 17 minutos, colocou o meia Vinícius no lugar do lateral direito Flávio e deslocou o volante Gregore para a lateral. O time melhorou com a alteração, mas ainda assim não conseguia balançar a rede adversária apesar de ficar bastante tempo perto da área.
 
Sem conseguir chegar ao gol, o Bahia abandonou a tática nos últimos 15 minutos e partiu para o tudo ou nada, com até os zagueiros subindo para o campo de ataque. As tentativas do Tricolor baiano davam trabalho para a defesa do Sampaio, mas a equipe estava vulnerável aos contra-ataques.
 
Aos 44 minutos, o atacante Uilliam recebeu seu segundo amarelo, foi expulso e deixou o Sampaio Corrêa com um jogador a menos. No decorrer dos seis minutos de acréscimo, o Bahia, tentando aproveitar a vantagem numérica, teve chances de empatar a partida.
 
Aos 46 minutos, o zagueiro Tiago cabeceou para boa defesa de Andrey. No minuto seguinte, Júnior Brumado finalizou ao lado do gol. Aos 49, o Sampaio tentou confirmar o título em contra-ataque, mas Wellington Rato chutou para fora. Já aos 50, Andrey novamente salvou o Sampaio após nova tentativa de Júnior Brumado na última chance do jogo. Após 51 minutos de etapa complementar, o Sampaio Corrêa segurou o empate sem gols e conquistou a Copa do Nordeste pela primeira vez na história do clube.
 
FICHA TÉCNICA

BAHIA 0 x 0 SAMPAIO CORRÊA
 
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 07 de julho de 2018, sábado
Horário: 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Roberto Braatz (PR) e Gilson Bento Coutinho (PR)
Público: 45.378 pagantes
Renda: R$ 1.598.952,00
Cartões amarelos: Gregore, Tiago, Vinícius (Bahia); Uilliam (2), Joécio, Fernando Sobral, Diego Silva, Danielzinho, Maracás, Willian Oliveira (Sampaio Corrêa)
Cartão vermelho: Uilliam
Gols: —
BAHIA: Anderson; Flávio (Vinícius), Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Zé Rafael, Régis (Allione) e Élber (Júnior Brumado); Edigar Junio
Técnico: Enderson Moreira
SAMPAIO CORRÊA: Andrey; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; Willian Oliveira, Diego Silva (Silva) e Fernando Sobral; Danielzinho (Rodrigo Fumaça) e João Paulo (Wellington Rato) e Uilliam
Técnico: Roberto Fonseca
 
 
Fonte: Gazeta Esportiva 
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
O Bahia pressionou durante todo o jogo, mas o Sampaio não sofreu gol e foi campeão (Foto: Felipe Oliveira/ECB)
Veja principais lances e a festa da bolívia querida: https://youtu.be/6aOzXHvuqps