Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Santos empata na Vila, rebaixa o Avaí e termina o Brasileirão da Série A em terceiro

Santos empata na Vila, rebaixa o Avaí e termina o Brasileirão da Série A  em terceiro
 
O Santos tinha tudo para terminar o Campeonato Brasileiro em segundo na tabela, garantindo R$ 11,3 milhões no caixa. Porém, o Peixe sofreu contra um desesperado Avaí, na tarde deste domingo, na Vila Belmiro. Em partida recheada de oportunidades para os dois lados, o placar acabou mesmo ficando no empate em 1 a 1, que pulverizou os sonhos das duas equipes.
 
Com a igualdade em Urbano Caldeira, a equipe comandada por Elano não aproveitou o tropeço do rival Palmeiras, e terminou o torneio nacional na terceira colocação, com 63 pontos, a vaga direta na fase de grupos da Libertadores garantida e ainda uma premiação de R$ 7,7 milhões.
 
O Leão da Ressacada, por sua vez, encerrou o Brasileirão em 18º, com 43 pontos, e confirmou a queda para a Série B.
 
O jogo – Precisando da vitória para escapar do rebaixamento, o Avaí começou a partida pressionando o Santos na defesa. Em contrapartida, a equipe de Santa Catarina abria espaços para o Peixe criar. Tanto que a primeira boa oportunidade surgiu aos 6 minutos, quando Victor Ferraz avançou pela direita e soltou uma bomba para Douglas espalmar.
 
O Leão respondeu com João Paulo. Aos 12, o lateral arriscou uma bomba de muito longe e mandou no travessão de Vanderlei.
 
Com o passar do primeiro tempo, o alvinegro foi sendo mais incisivo e só não abriu o placar porque Douglas estava inspirado. Aos 24, Kayke mandou uma paulada de fora e o goleiro espalmou. Quatro minutos depois, após bate-rebate, a bola sobrou para Lucas Veríssimo dentro da pequena área. O zagueiro bateu fraco e o arqueiro salvou mais uma.
 
Aos 30, porém, Douglas não conseguiu salvar quando Jean Mota iniciou contra-ataque lançando para Matheus Jesus, que rolou para Copete. Em velocidade, o colombiano passou pelo camisa 1 e empurrou para o fundo das redes.
 
Mas a alegria dos santistas durou pouco. Na jogada seguinte, Pedro Castro dominou do lado esquerdo e mandou uma pedrada na gaveta, vencendo Vanderlei e empatando o mais uma vez o confronto.
 
Dois minutos depois do tento, Bruno Henrique dá belo passe para Kayke dentro da área. O atacante, porém, mandou para fora, decretando o 1 a 1 no primeiro tempo.
 
A partida voltou do intervalo com a mesma tônica da primeira etapa: aberta e com chances para os dois lados. Aos 2 minutos, Maicon cruzou e bola sobrou para Lourenço, que chutou em cima de Lucas Veríssimo. O Santos respondeu na jogada seguinte, quando Vecchio lançou para Bruno Henrique dentro da área. O atacante driblou a marcação, mas mandou pra fora.
 
Após o bom início, a partida caiu de produção, tanto que uma boa oportunidade surgiu apenas aos 22 minutos, quando Renato arriscou de longe e a redonda passou perto da trave de Douglas.
 
Na jogada seguinte, Jean Mota aproveitou sobra e também arriscou de fora da área. A bola encobriu o goleiro do Avaí, mas não entrou na meta.
 
Apesar do Avaí ainda buscar o ataque, foi o Santos que seguiu perdendo as melhores chances. Aos 29, Matheus Jesus finalizou e Yuri Alberto, que havia entrado na vaga do vaiado Kayke, perdeu gol inacreditável. Porém, o bandeirinha já assinalava impedimento na jogada.
 
Nos últimos minutos, o Avaí se desesperou e foi com tudo em busca do gol que o salvaria do rebaixamento. O Peixe, por sua vez, tinha o contra-ataque como arma para alcançar a vitória e o vice. Porém, nenhuma das equipes aproveitou as chances e o jogo acabou mesmo no 1 a 1.
 
FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 X 1 AVAÍ
 
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 3 de novembro de 2017, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ/FIFA)
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa (RJ/FIFA) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Público: 7.539
Renda: R$ 122.215,00
Cartões amarelos: SANTOS: Matheus Jesus, Emerson. AVAÍ: Simião.
GOLS:
SANTOS: Copete, aos 30 do 1T;
AVAÍ: Pedro Castro, aos 31 do 1T;
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Jean Mota; Matheus Jesus, Renato e Vecchio (Emerson); Copete (Rodrygo), Bruno Henrique e Kayke (Yuri Alberto).
Técnico: Elano
AVAÍ: Douglas; Maicon, Betão, Alemão e João Paulo; Simião, Pedro Castro e Marquinhos (Juan); Maurinho, Lourenço (Rômulo) e Júnior Dutra (Luanzinho).
Técnico: Claudinei Oliveira
 

Divulgação: Site Eternamente Futebol 
VEJA A TABELA COMPLETA 
Gazeta Esportiva 

Foto: globo esporte