Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Melhorias, "boom" de sócios, Carille de espelho: o Fortaleza recebe Ceni

Melhorias, "boom" de sócios, Carille de espelho: o Fortaleza recebe Ceni
 

Para contratar Ceni, presidente do Fortaleza investe em estudo, inovação e novo olhar do técnico
 
Por Thaís Jorge, Fortaleza, CE
 
 

11/11/2017 06h10 
 
 
 

Em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com/ce, o presidente do clube, Marcelo Paz, diz que se inspirou nos trabalhos de Fábio Carille, do Corinthians, Alberto Valentim, do Palmeiras, Zé Ricardo, ex-Flamengo e hoje no Vasco, e em Jair Ventura, do Botafogo, para ousar também no Centenário do clube, trazendo o ex-goleiro do São Paulo para 2018.

- Existem hoje os treinadores da nova geração que fazem sucesso. O Carille vai ser campeão brasileiro e há pouco tempo era auxiliar, o (técnico Alberto) Valentim assumiu o Palmeiras e o time cresceu de performance, o Zé Ricardo pegou o Flamengo e foi à Libertadores, agora no Vasco o time cresceu também, o Jair Ventura foi com o Botafogo à Libertadores, coisa que não tinha há 20 anos. Então, são treinadores estudiosos, cheios de vontade, dinâmicos, que têm uma identificação e ele (Ceni) tem esse perfil mesmo vencedor.

Para chegar ao Pici, Rogério fez sugestões: melhorias no gramado do Estádio Alcides Santos, na academia do clube e liberdade para montar o elenco para o próximo ano. Marcelo Paz garante que não cederá às pressões iniciais da torcida, caso haja derrota contra o maior rival, o Ceará, logo no estadual. O plano principal é formar um elenco "guerreiro" para a Série B do Brasileiro para estar sempre no topo da tabela da Segundona. A seguir, os detalhes da entrevista exclusiva de Paz sobre Ceni. A apresentação do novo técnico deve ocorrer já na quarta-feira (15) e a meta do clube cearense é chegar aos 20 mil sócios. Atualmente, são cerca de 12.600.

 

- Ele me disse desde o início que queria trabalhar em um time de massa, time grande e o Fortaleza tem esse perfil. Uma cidade boa para morar, um estádio bom para se jogar. O Bosco (ex-goleiro) foi importante para esse contato, é amigo dele e pode passar como é a atual gestão do Fortaleza. Como é o dia a dia do clube. Isso passou credibilidade e segurança. Ele vê como um desafio agora para ele. Sonhar... dá (com o acesso à Série A). Mas não vou criar essa pressão para a gente. Prometo um time que é competitivo. Que briga na parte de cima da tabela. O que vier, título, acesso, é consequência.
 

Exigências de Ceni para contrato

- Pediu melhoria no nosso gramado (do Pici) e na nossa academia, ele vem trazendo três profissionais junto com ele, e a montagem do elenco vamos fazer de forma conjunta. É importante para qualquer treinador montar o elenco junto com a diretoria e tentar jogadores com o perfil de jogo que ele vai adotar.

Montagem do elenco

- Já conversamos sobre nomes, mas não posso adiantar, porque quando você adianta pode atrapalhar a negociação. Mas com a confirmação a gente vai avançar com mais velocidade para conseguir a formatação do elenco.

Legado nas melhorias pedidas por Ceni

- É um grande legado que pode ser deixado. Lembro quando o Ronaldo chegou no Corinthians e fez pedidos estruturais. Muda a estrutura e atraiu patrocínio. Eu enxergo isso com alegria de melhorar o Pici, dar mais qualidade ao clube.

Correm por ele

- Rogério Ceni é um nome da nova geração de treinadores, estudou, se preparou. Novos modelos de jogo, nova dinâmica. É um vencedor, ele sempre foi muito admirado pelos elencos da Seleção e do São Paulo. Os jogadores correrão por ele. Um profissional que quer vencer. Queremos ter um centenário com elenco qualificado e competitivo.

 

Apresentação para sócios

- O Rogério chega na semana que vem, estamos definindo passagem. Na quarta, vai haver a apresentação, com coletiva de imprensa, muito provavalmente na Arena Castelão, que tem o auditório maior. Depois, a ideia é fazer um evento com a nossa torcida, com os nossos sócios, está todo mundo feliz, ele que vem para outro Tricolor agora.

Planos

- Cumprir o trabalho, trabalho de um ano, com início, meio e fim, e quem sabe até continuidade. Dar uma equipe competitiva. E que ele tenha êxito.

Não pode absorver pressão

- A gente tem de trabalhar com convicção e não se submeter à pressão. Quando a gente contrata um profissional, acredita que ele tem a capacidade de gerir um trabalho. Vendo que o dia a dia está sendo bem conduzido, não tem como fazer mudança, qualquer que seja o resultado. Mesmo sendo derrota contra o Ceará. Se fosse assim, toda vida o treinador iria cair e não é certo.

Objetivos

- Não dá para colocar prioridade. Primeiro semestre, Cearense. Segundo semestre, Série B. E quem sabe uma Copa do Brasil pelo ranking (da CBF).

20 mil sócios

- Hoje 12.690 sócios-torcedores. Queremos 20 mil sócios adimplentes até o início da Série B (do Brasileiro). Seria um recorde histórico de sócio no futebol do estado.

18 de dezembro

- A pré-temporada está prevista para começar no dia 18 de dezembro. O Cearense começa no dia 10 de janeiro.

Fonte: Globo Esporte

Divulgação: Site Eternamente Futebol 

Rogério Ceni São Paulo (Foto: Marcelo Prado)