Goiás vence em Campinas, garante acesso à Série A e complica sonho do Guarani

Goiás vence em Campinas, garante acesso à Série A e complica sonho do Guarani

Gols de Elvis e Nicolas e atuação exuberante de Tadeu colocam Esmeraldino na elite nacional; já Bugre vai para a rodada final fora do G-4 e dependendo de combinação difícil para subir
 
O Goiás está de volta à Série A. Em duelo decisivo e direto pelo acesso, o Esmeraldino superou um Brinco de Ouro lotado, com 16.584 torcedores, e venceu o Guarani por 2 a 0, na noite desta segunda-feira, para carimbar a vaga à elite depois de cair na temporada passada. Élvis, em cobrança de falta, e Nicolas, de cabeça, fizeram os gols ainda no primeiro tempo.
.
O goleiro Tadeu também brilhou. Com pelo menos quatro grandes defesas, o camisa 1 foi decisivo para o placar final. Principalmente na primeira etapa, quando o Bugre criou várias oportunidades.
.
Já para o Guarani, o sonho do acesso após 11 anos ficou distante. Fora do G-4, o time já não depende mais apenas de si para subir.
 
O Goiás, ao lado de Botafogo e Coritiba como garantidos na elite, chegou aos 64 pontos e retomou o terceiro lugar. Tem o mesmo número de pontos e uma vitória a menos que o Coritiba, segundo colocado. Na última rodada vai tentar tomar do Coxa o vice da Série B. É o quinto acesso do Goiás na Série B: 1994, 1999, 2012, 2018 e agora.
 
Já o Guarani ficou numa situação complicada. Caiu para o sétimo lugar, com 59 pontos. Além de ter que vencer o Botafogo, vai precisar torcer por tropeços de CSA, CRB e Avaí para ficar com a última vaga do G-4.
 
A etapa inicial foi quente no Brinco de Ouro. Logo aos cinco minutos, o Guarani chegou com perigo. Pablo recebeu cruzamento na área e, sozinho, bateu por cima do gol. A resposta do Goiás veio pouco depois. E foi fatal. Élvis cobrou falta pelo lado esquerdo, a bola desvia no caminho e cai na rede de Rafael Martins, aos sete minutos. Depois de sofre o gol, o Bugre enfileirou chances.
 
Pablo cabeceou forte e Tadeu fez boa defesa. Também de cabeça Lucão do Break quase empatou. A bola passou da trave direita. Na sequência, Régis recebeu de Júlio César e soltou o pé esquerdo da entrada da área. Tadeu saltou e fez mais uma defesaça. Tudo isso antes dos 20 minutos. Após essa blitz do Guarani, o Goiás foi ao ataque pela segunda vez, aos 28 minutos, e marcou. Artur cruzou na segunda trave e Nicolas testou certeiro. 2 a 0. Aos 45, Pablo, de novo, parou em Tadeu. O primeiro tempo terminou com o Esmeraldino dando um grande passo rumo ao acesso.
 
O Guarani voltou do intervalo atacando. No primeiro minuto, o volante Índio apareceu livre na área para completar cruzamento que veio da direita, mas mandou por cima. Só que dessa vez não teve pressão. O Goiás esfriou o ritmo da partida e apostou, novamente, em investidas certeiras. Aos 27 minutos, Dadá Belmonte desceu em velocidade pelo lado esquerdo e bateu cruzado. Rafael Martins desviou no cantinho e evitou o terceiro. O Bugre só voltou a assustar aos 34.
 
Lucão cabeceou firme, mas o nome do jogo apareceu para mais uma vez. Tadeu caiu e buscou no canto esquerdo. A partir daí o clima esquentou. O jogo ficou parado por causa de confusões entre os jogadores. O atacante Nicolas foi expulso aos 38 minutos, depois de ser substituído. Aos 42 o Goiás assustou de novo. Diego encheu o pé e Rafael Martins fez a defesa. E o 2 a 0 se manteve no placar até que o apito final encerrasse a contagem regressiva para a festa esmeraldina.
 
Os times voltam a campo no próximo domingo, às 16h, pela última rodada da Série B. O Goiás recebe o Brusque, na Serrinha. E o Guarani enfrenta o Botafogo, no Nilton Santos.
Nicolas comemora o segundo gol do Goiás no Brinco (Foto: Marcos Ribolli)
 
FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
Guarani 0 x 2 Goiás
Local: Estádio do Brinco de Ouro, Campinas-SP
Data/horário: 22 de novembro de 2021, às 20h (horário de Brasília)
​Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistente 1: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ)
Assistente 2: Michael Correia (RJ)
Quarto árbitro: Ilbert Estevam da Silva (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sa (RJ)
Gols marcados: Elvis (7'/2T) (0-1), Nicolas (28'/2T) (0-2)
Cartões amarelos: Mateus Ludke, Júlio César, Régis (Guarani), Dieguinho (Goiás)
Cartões vermelhos: Nicolas (Goiás)

GUARANI: Rafael Martins; Matheus Ludke (Andrigo 11'/2T), Ronaldo Alves, Thales e Bidu; Bruno Silva, Índio (Allan Victor 11'/2T) e Régis; Pablo, Júlio César (Renanzinho 31'/2T) e Lucão do Break. Técnico: Daniel Paulista.

GOIÁS: Tadeu; Dieguinho, David Duarte, Reynaldo e Artur; Caio, Rezende, Fellipe Bastos e Elvis (Luan Dias 14'/2T); Dadá Belmonte (Apodi 37'/2T)e Nicolas (Bruno Mezenga 36'/2T). Técnico: Glauber Ramos.

tabela | brasileirão série b
GUARANI 0 X 2 GOIÁS| MELHORES MOMENTOS | 37ª RODADA BRASILEIRÃO SÉRIE B 2021
Fonte: Globo Esporte 
seg., 22 de novembro de 2021 - 21h57
Ficha Técnica: Yahoo Esportes