Fortaleza pode ficar sem lateral-direito de origem e improvisar contra o Internacional

Fortaleza pode ficar sem lateral-direito de origem e improvisar contra o Internacional
 

Gabriel Dias está suspenso por cartão vermelho e Tinga é dúvida para a partida. Marlon e Felipe podem ganhar vaga aberta no setor
 
O técnico Rogério Ceni pode ser forçado a improvisar a lateral-direita do Fortaleza contra o líder da Série A, o Internacional, em duelo marcado para este sábado, 19, às 19 horas, no Castelão. Das duas opções para o setor, Gabriel Dias (foto) é desfalque confirmado por suspensão de cartão vermelho, enquanto Tinga segue como dúvida para a partida.
 
O dono da camisa 2 do Leão sofreu lesão muscular na coxa direita no confronto contra o Sport, na nona rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador, que desfalcou a equipe no último jogo contra o Grêmio, segue em tratamento intensivo. A tendência é de que o atleta fique de fora de mais partida do Tricolor do Pici.
 
Caso o desfalque de Tinga se confirme, Rogério Ceni tem duas peças para improvisar no setor. Um deles é o volante Felipe, que atuou como lateral-direito no time entre 2016 e 2017. Ele foi titular na posição na campanha do acesso do Fortaleza para a Série B. 
 
Outra opção é o meio-campista Marlon. O jogador é uma espécie de "coringa" no elenco do Leão e sabe desempenhar diversas funções em campo. Para manter a dupla de volantes de confiança de Rogério Ceni, Juninho e Felipe, o atleta de 30 anos pode ganhar a vaga.
 
Correndo por fora está o volante Derley, que já fo improvisado na posição na atual temporada.
 
O Fortaleza chega à 11ª rodada do Brasileirão ocupando a 10ª posição na tabela. Com 12 pontos, a campanha do Tricolor é de três vitórias, três empates e três derrotas.

 

O Povo - Lucas Mota
Foto:  Foto: Thiago Gadelha/SVM
SITE ETERNAMENTE FUTEBOL - NO AR DESDE NOVEMBRO DE 2010
Em 18 de setembro de 2020