Fortaleza e Sport fazem duelo de nordestinos no Castelão

 

Briga de Leões: Fortaleza e Sport fazem duelo de nordestinos no Castelão
 
Cearenses recebem os pernambucanos no Castelão, em momentos opostos ao último encontro. Se no Nordestão o Tricolor estava em alta e o Rubro-Negro em baixa, agora o time do Pici é quem busca reabilitação
 
Por 
 
 
Voltar a crescer e buscar estabilidade em posições mais afastadas da zona do rebaixamento. Estes têm sido os objetivos tateados pelo Fortaleza neste primeiro terço da Série A 2020. Diante do Sport-PE, time que recebe hoje, a partir das 18 horas, na Arena Castelão, o Tricolor vê no confronto direto a oportunidade de garantir posição mais confortável e se reafirmar, após revezes consecutivos.
 
Na trajetória dos Leões até aqui, o da Ilha vai levando vantagem. Em nono lugar, com dez pontos, o Sport tem se restabelecido no Campeonato Brasileiro desde a chegada do técnico Jair Ventura, e chega para o embate vindo de duas vitórias. Momento contrário daquele que vive o Fortaleza. Com altos e baixos na competição, o Tricolor perdeu para o Ceará e para o Flamengo-RJ nas duas últimas rodadas, acumula oito pontos e é o 13ª lugar na classificação.
 
A situação é inversa da que os times viviam quando se encontraram pelas quartas de final da Copa do Nordeste, em julho. Eliminado do Pernambucano, o Sport estava em péssima fase; já o Fortaleza havia se classificado às finais do Cearense e sonhava, naquele ponto, com o bicampeonato do Nordestão. O tempo regulamentar terminou com apresentação bem aquém do Leão do Pici e sem que nenhum dos times mexesse no placar — que só foi decidido a favor do time cearense na cobrança de penalidades.
 
Confronto com adversário habitual em torneiros regionais — ainda que inédito no Brasileirão na era dos pontos corridos — e dentro de casa deve ser aproveitada como nova chance para uma alavancada tricolor no certame nacional. Para isso, Rogério Ceni precisa encontrar encaixe em que o time renda mesmo diante de um escrete que tem por premissa o recuo das linhas defensivas — como tem sido o caso do Sport de Ventura.
 
Uma das principais jogadas do Tricolor, com Felipe Alves iniciando lançamentos longos, buscando encurtar distâncias e acelerar o ataque até os pontas, deve ser novamente acionada. Mas é preciso também que se diversifique o repertório. Para isso, o Leão do Pici depende, principalmente, do quarteto de frente e de boas atuações individuais, ganhando duelos um contra um para "quebrar as linhas" e conseguindo infiltração para finalizações.
 
O chute ao gol, aliás, tem sido um dos problemas a serem sanados no Pici, já que, mesmo com uma boa taxa de conversão (oito tentos em 21 chutes no gol), o Leão é o time da primeira divisão com a menor média de finalizações certas por partida.
 
Utilizados juntos como titulares em quatro dos oito jogos até aqui, a formação mais recorrente do ataque tricolor, com Osvaldo, David, Romarinho e Wellington Paulista, deve começar contra o Sport. Fora do embate contra o Flamengo por questões contratuais, Yuri César volta a ser opção para o técnico, que deve utilizá-lo, como mais costumeiramente faz, para imprimir velocidade no segundo tempo.
 
Na defesa, Jackson segue aos cuidados do departamento médico; já o lateral-direito Tinga já iniciou transição e poderá ser relacionado, a priori, para compor o banco.
 
Pelo lado do Leão da Ilha, o time montado por Jair tem mostrado organização defensiva e pode dar trabalho ao Tricolor, justamente no que tem sido seu calcanhar de Aquiles: escapar dos nós táticos de equipes reativas. O técnico deverá montar o Rubro-Negro sem mudanças em relação ao que venceu o Goiás no último domingo. A ausência segue sendo o lesionado atacante Ronaldo.
 
Já de reforço, a equipe poderá contar com o atacante Rogério, ex-Ceará, que foi relacionado pela primeira vez desde que retornou ao Sport.
 

Fortaleza x Sport-PE
Fortaleza:
4-2-4: Felipe Alves; Gabriel Dias, Juan Quintero, Paulão e Bruno Melo; Felipe e Juninho; David, Romarinho, Wellington Paulista e Osvaldo. Téc: Rogério Ceni
Sport-PE
4-4-2: Luan Polli; Patric, Maidana, Adryelson e Luciano; Ronaldo, Betinho, Ricardinho e Jonatan Gomez; Marquinhos e Elton. Téc.: Jair Ventura
Estádio: Castelão, Fortaleza (CE)
Data: 9/9/2020
Horário: 18 horas
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Transmissão: Premiere
 
Confira Tabela da Série A: https://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/ 
Em 08 de setembro de 2020  
Site Eternamente Futebol - no ar desde novembro de 2010