Com futuro incerto e alvo de especulações, Suárez desabafa: 'Eu falo por mim'

Com futuro incerto e alvo de especulações, Suárez desabafa: 'Eu falo por mim'
 
O atacante Luis Suárez utilizou suas redes sociais para fazer um desabafo sobre comentários a respeito da possibilidade de deixar o Barcelona. O uruguaio não citou nomes, mas acredita-se que mensagem tenha sido direcionada a Alejandro Balbi, seu antigo advogado. Isso porque, recentemente, Balbi deu entrevistas a veículos de imprensa da Argentina sobre a possível saída de Suárez do Barcelona.
 
Essa atitude do ex-advogado não teria agradado o jogador. "Há pessoas que estão falando em meu nome ou estão dizendo coisas sobre mim, quando não tenho um representante há anos. Eu falo quando tenho que falar por mim", disse Suárez, no Instagram.
 
Balbi revelou à emissora TyC Sports, que o atacante apenas decidirá se vai permanecer no Barcelona, ou não, após Messi traçar os rumos de sua carreira. Isso porque o argentino enviou um comunicado aos dirigentes do clube indicando o seu desejo de deixar o time, em informação confirmada pela agência de notícias The Associated Press com gestores da equipe. E especula-se que Suárez não terá espaço no elenco reformulado pelo novo treinador do time, Ronald Koeman.
 
O uruguaio, por outro lado, já afirmou que não se importaria em começar a temporada no banco de reservas, caso esse seja o desejo de seu técnico. "Obviamente (aceitaria ser suplente). Aceitaria aqui como sempre aceitei em minha carreira. A competição sempre é boa e se o técnico considera que devo começar o jogo no banco, não tenho problema em ajudar na função que me é dada. Acho que ainda posso contribuir muito para esse clube", disse ao El País.
 
Aos 33 anos, Suárez tem contrato com o Barcelona até junho de 2021. Ele chegou ao clube catalão em 2014 e, desde então, balançou as redes adversárias 198 vezes. Os gols lhe renderam a marca de terceiro maior artilheiro da história da equipe.
 
Estadão 
Em 27 de agosto de 2020
Imagem: Sergio Perez/Reuters
SITE ETERNAMENTE FUTEBOL - NO AR DESDE NOVEMBRO DE 2010