Governo do Rio de Janeiro planeja retomada dos campeonatos de futebol com 50% do público presente

Governo do Rio de Janeiro planeja retomada dos campeonatos de futebol com 50% do público presente
 
 
Devido à pandemia do novo coronavírus no Brasil, os campeonatos de futebol foram suspensos por tempo indeterminado. No entanto, os clubes cariocas se articulam para que a retomada das atividades de treino aconteçam, e consequentemente, a volta do Campeonato Estadual o mais rápido possível. Em meio a isto, o governo do Rio de Janeiro elaborou um Pacto Social pela Saúde e pela Economia que inclui o retorno do futebol no estado.
 
De acordo com informações publicadas pelo UOL, a volta das partidas de futebol no Rio de Janeiro está prevista para acontecer com a presença de 50% de público, de acordo com a capacidade do estádio. A medida prevê um distanciamento mínimo de dois metros para cada pessoa presente na partida, e o uso obrigatório de máscaras de prevenção. Além disso, também há o planejamento para que todas as áreas utilizadas, como arquibancadas, sanitários e áreas comuns, sejam desinfectadas.
 
Após o retorno das atividades de treino do Flamengo, o governo do Rio de Janeiro flexibilizou sua postura sobre a permissão da volta aos treinos, em meio à pandemia da Covid-19 no estado. O governador Wilson Witzel se manifestou sobre a postura do clube Rubro-Negro em retomar às atividades nessa quinta-feira (21), dizendo que nunca foi contra a volta das atividades. Em entrevista à CNN, o governador reiterou que a responsabilidade pela segurança dos jogadores é do clube.
 
— É uma questão que desde o começo gerou polêmica. O que eu disse que sou contra são os treinos sem preocupação dos dirigentes. Da mesma forma como os atletas vão ter a preocupação dos dirigentes, a responsabilidade é deles. Os atletas têm de estar protegidas, a carreira é deles. A decisão tem de ser das entidades associativas. Nunca fui contra, só não pode ter plateia. Nunca fui contra o Flamengo jogar de novo, muito menos o Fluminense, o Vasco e o Botafogo. Responsabilidade é dos clubes com seus atletas. – disse Wilson Witzel à CNN.
 
 
Por Coluna do Fla 
FOTO: PAULA REIS / FLAMENGO
ETERNAMENTE FUTEBOL - NO AR DESDE NOVEMBRO DE 2010
Em 22 de maio de 2020