Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Dicas da Lingua Portuguesa

Veja quando se deve usar ME ou MIM

Veja quando você deve usar MIM ou ME
 
Use o pronome MIM geralmente após as palavras (preposições) A, PARA , DE, CONTRA, SEM ...)
 

Exemplos:

"Venham A MIM os cansados e oprimidos". (Jesus)
Traga água PARA MIM.
Será que Deus gosta DE MIM?
Nada há CONTRA MIM!
"SEM MIM , nada podeis fazer". ( Jesus)
 
Use naturalmente o ME se antes dele NÃO surgirem as preposições ( A, PARA, DE, SEM, CONTRA...)
 
Exemplos:

Veja quando você deve usar PARA MIM e PARA EU

PARA MIM ou PARA EU ?
 
Use PARA EU quando na sequência aparecer um verbo terminado em R . (infinitivo)
 

Exemplos:

Traga o livro PARA EU ler.

A letra está ilegível, não dá PARA EU ler.

Essa água é PARA EU beber?
 
Use PARA MIM quando na sequência não aparecer um verbo terminado em R (infinitivo)

Exemplos:

Esse presente é PARA MIM?

PARA MIM, o que importa é a gratidão.

Não lembrou de trazer um presente PARA MIM.
 
Marcos Antonio Vasconcelos Rodrigues

 

Verbo HAVER no sentido de existir fica sempre no singular

O verbo HAVER quando utilizado no sentido de existir, é invariável, ou seja, fica sempre no singular.
 
Exemplos: 

É preciso que HAJA (existam) amigos de verdade.

HAVERÁ ( existirão) dias melhores.

Não HAVIA (existiam} motivos para reclamações. 

Veja quando usar ONDE e AONDE

 
Veja quando usar ONDE e AONDE
 
Use AONDE quando for possível substituir por PARA ONDE .
Exemplos:
 

Não sei AONDE (PARA ONDE) ela ia com tanta pressa!
 
AONDE (PARA ONDE) você vai hoje à noite?
 
Use ONDE quando NÃO for possível substituir por PARA ONDE.
 
Exemplos:
 
Diga-me ONDE você colocou o livro.
 
Não é possível substituir ONDE por PARA ONDE porque a frase perde o sentido.
 
ONDE Maria está?
 
Marcos Antonio Vasconcelos Rodrigues

 

Diferença entre precursor e percursor

 
Diferença entre precursor e  percursor
 
Do latim praecursor, “o que vai à frente”, a palavra “precursor” aponta pioneirismo. Galileu Galilei, por exemplo, foi considerado o precursor da astronomia. Descartes, Bacon, Locke e Newton foram os pioneiros (ou seja, precursores) do Iluminismo.
Já percursor é aquele que faz um percurso (aliás, essa palavra não é tão utilizada). Em uma maratona, por exemplo, pode-se dizer que todos os participantes são percursores.

Atrás, trás e traz

Atrás, trás e traz
 
“Atrás” é grafado com “s”. É um advérbio de lugar.
 
Ele estava atrás de mim quando tudo aconteceu.
O ponto de ônibus fica atrás do shopping.
 
“Traz”, do verbo “trazer”, conjugado na terceira pessoa do singular, é escrito com “z”.
 
O autor traz para o seu romance a questão da seca.
Ele sempre traz flores quando vem me ver.
 

Escrevo números por extenso ou não?

Escrevo números por extenso ou não? 
 
A maioria das pessoas acha que os números de um texto formal sempre devem ser escritos por extenso. Na realidade, existem algumas diretrizes que determinam se há necessidade de se escrever o número por extenso ou se é possível escrever o algarismo.
Seguem, como material de consulta, as principais diretrizes de uso dos números em textos de Redação Empresarial.

Diferença entre ANTÁRTICA e ANTÁRTIDA

Diferença entre ANTÁRTICA e ANTÁRTIDA
 
Antártida é o nome do continente localizado no Polo Sul. Assim, Antártica é toda a região, incluindo os mares e o próprio continente.

A ANTÁRTIDA também pode ser chamada de ANTÁRTICA, mas a região é sempre ANTÁRTICA.  

A palavra Antártico é formada pelo prefixo ANTI-, que significa "contra", mais o substantivo Ártico, que é a região dos ursos no polo contrário.      

Antártico, portanto, é a região que se opõe ao Ártico, que é o extremo do Polo Norte.

Seje ou seja?

Seje ou seja?
Não existe a forma seje, nem esteje. No presente do subjuntivo, os verbos ser e estar são seja, esteja e tenha.

Páginas


Fatal error: Allowed memory size of 134217728 bytes exhausted (tried to allocate 30000 bytes) in /home/etername/public_html/modules/system/image.gd.inc on line 256